Disidrose

Respondendo ao pedido que a Ana Júlia fez no Instagram (@dermatologista_), hoje falo sobre Disidrose. Nome estranho, não é mesmo? Afinal, o que é isso?

A Disidrose é uma doença crônica e reincidente caracterizada por  lesões vesiculares (bolinhas) com base avermelhada nas mãos e nos pés – principalmente nas palmas das mãos, plantas dos pés e entre os dedos – contendo um líquido transparente e viscoso. O principal sintoma é o prurido (coceira) intenso e em alguns casos, dor.

A evolução da doença se dá em três fases:

1. Vesículas: bolinhas contendo líquido (como descrevi acima) que por vezes podem se aglomerar formando grandes bolhas;

2. Escamas: quando as lesões involuem formam-se escamas;

3. Crostas: quando o líquido de dentro das vesículas resseca formam-se crostas;

As causas da Disidrose Verdadeira são variadas e não estão totalmente estabelecidas na medicina, mas sabe-se que períodos de estresse e calor intenso propiciam o surgimento das lesões. E isso tem cura? Infelizmente não, mas pode ser controlada com uso de medicamentos e pomadas receitados por um dermatologista.

Infecções fúngicas (como micoses e frieiras) em uma área do corpo podem causar lesões semelhantes – e sem presença de fungos – em outra. Uma vez tratada a infecção fúngica, as outras lesões são curadas automaticamente sem necessidade de tratamento.

Para o verão, principalmente aqui no Rio, não tem muito jeito, né? Mas o estresse pode ser diminuído com meditação, contemplação da natureza ou realizando atividades que te tragam prazer.

Grande beijo,

Lá.

Dica de ouro: Cicaplast Baume B5

LEIA MAIS

Pitiríase Rósea de Gibert

LEIA MAIS

Voltei!!!!

LEIA MAIS

1 comentário


29/01/2015 19:12
por Laíse Leal
1 Comentário