Câncer de Pele

O verão se aproxima e traz consigo aquele sol delicioso… porém nocivo! E é exatamente nesta época do ano, quando o raios solares são bem intensos, que devemos proteger ainda mais a nossa pele. Além dos quesitos histórico familiar e tipo de pele, o principal fator de risco para este câncer é o  excesso de exposição ao sol sem proteção adequada ao longo da vida.

Esta doença atinge mais homens do que mulheres e ocorre principalmente após os 50 anos, uma vez que quanto mais avançada a idade maior é o tempo de exposição solar da pele. Como falei acima, um fator de risco muito relevante é o tipo de pele. Pessoas muito brancas, com cabelos e olhos claros, muitas sardas no corpo e que sempre se queimam mas nunca se bronzeiam tem maiores chances de desenvolver o câncer de pele.

Os tipos mais comuns são:

CARCINOMA BASOCELULAR

Tipo mais frequente e menos agressivo, constitui 70% dos casos. É composto por células basais e normalmente não invade outros tecidos. Aparece principalmente na face (nariz, orelhas e canto interno dos olhos) e cresce muito lentamente. Se o tumor for identificado e retirado precocemente, existe grande chance de cura.

Carcinoma-Basocelular-montagem-laíse-leal

Os sintomas

1. Parece com uma ferida que não cicatriza;

2. Sangra com facilidade;

3. Tem aparência perolada;

4. Pode ser branca, rosa claro, bege ou marrom.

CARCINOMA ESPINOCELULAR

Responsável por cerca de 20% dos casos de tumor cutâneo. Ele se forma a partir das células epiteliais (escamativas) e é mais comum em homens a partir dos 60 ou 70 anos de vida. Um pouco mais grave que o anterior, pode atingir outros órgãos e tem capacidade de metástase ,caso não seja removido rapidamente. Normalmente ocorre no couro cabeludo, orelhas, pescoço e dorso das mãos.

Carcinoma-Espinocelular-montagem-laíse-leal.jpg

Os sintomas

1. Pode apresentar mancha ou nódulo;

2. Parece uma ferida que não cicatriza;

3. Cresce rapidamente;

4. Apresenta enrugamento, mudança na pigmentação e perda de elasticidade;

5. Tem aparência mais endurecida, com descamação e crostas no local;

6. Tem cor avermelhada;

 

MELANOMA

Maligno, este tumor originado nos melanócitos tem a capacidade de invadir qualquer órgão – incluindo cérebro e coração – criando metástase. Pode ocorrer na pele, olhos, orelhas, no trato gastrointestinal e nas membranas mucosas.

Melanoma-montagem-laíse-leal.jpg

Os sintomas

1. Mudança em uma mancha ou pinta existente;

2. Desenvolvimento de uma nova mancha ou pinta bem pigmentada ou de aparência incomum;

3. Coceira, sangramento e a não cicatrização da área.

Procure de tempos em tempos avaliar sua pele. Caso haja qualquer desconfiança ou dúvida, marque uma consulta com seu dermatologista. Só ele poderá te fornecer um diagnóstico assertivo!

Para prevenir vocês já sabem! Usem sempre sempre sempre um protetor com FPS acima de 30, repassem ao longo do dia e evitem os horários de maior incidência solar – entre 10h e 16h.

Qualquer dúvida é só perguntar aqui nos comentários!

Beijinhos,

Lá.

Dica de ouro: Cicaplast Baume B5

LEIA MAIS

Pitiríase Rósea de Gibert

LEIA MAIS

Escova Facial

LEIA MAIS

1 comentário


  • Orly says:

    Sempre tive curiosidade de saber sobre esse assunto porque gosto muito de bronzeador. Adorei as dicas beijos

24/10/2014 17:00
por Laíse Leal
1 Comentário